Olheiras

Olheiras.jpg

     As olheiras, também conhecidas como hiperpigmentação periorbital, são a aparência criada pela concentração de vasos sanguíneos ou melanina sob as pálpebras inferiores, abaixo dos olhos, que resulta em um tom escurecido nessa região.

 

     A diferença de tonalidade entre as pálpebras inferiores e o restante da face, resulta em grandes consequências como o aspecto de cansaço e de mais idade. E quem é acometido sofre em saber que sua aparência não lembra saúde.

 

     A genética é a causa mais comum do surgimento das olheiras, principalmente entre os descendentes de árabes, turcos, hindus e ibéricos. Neste caso, a pele não tem mudança de cor, mas a pálpebra é mais escura devido a transparência dos abundantes vasos dilatados na região. É comum o agravamento do problema quando os vasos sofrem pequenos sangramentos e a hemossiderina (pigmento presente no sangue) extravasada torna as pálpebras mais escuras. E, já que existe excesso de vascularização na região, os pequenos derrames neste caso não são raros.

     Essa grande quantidade de vasos torna o escurecimento da região suscetível a mudanças. Conforme eles se dilatam, maior o escurecimento. A época próxima à menstruação, a desidratação da pele, doenças em geral, medicamentos fortes, bebidas alcoólicas, fumo, café e cansaço, tudo isto torna mais visível as veias sob a pálpebra. Mesmo quem não tem tendência hereditária, mas tem formato de rosto em que os olhos são "redondos", sofrem com olheiras. Para muitos que têm "olhos fundos", o problema se estende até as pálpebras superiores.

     Falsa olheira - muitas pessoas, geralmente de idade mais avançada, pensam ter olheiras quando na verdade têm outro problema: bolsa de gordura localizadas na parte inferior das pálpebras. A confusão acontece pois seu efeito visual resulta em sombras abaixo dos olhos.

 

     A melhor forma de prevenir as olheiras é mantendo hábitos saudáveis, tendo boas noites de sono, não fumando, usando protetor solar e fazendo compressas locais. A cura total, eterna, é praticamente impossível, porém há muitas formas de amenizá-las ou mesmo escondê-las por certos períodos, como maquiagens, tratamentos estéticos e cirúrgicos.

Logo-01.png